sexta-feira, 1 de agosto de 2008

tô buzinando

Achei até engraçada a melhora dos acidentes em São Paulo após a Lei Seca no trânsito, como todas às outras coisas foi temporária e como todos os outros métodos, foi ineficaz.
Olhando novamente para toda a situação penso que tudo o que foi refletido antes da lei seca resumiu-se em:
"Não fiscalizamos as auto-escolas, 50% das cartas são compradas e 60% receberam habilitação sem estar ápto a tê-la, vamos tapar o buraco".
Quase frustrante, não?

Claro que esses dados foram invetados agora, por mim. Coloquei esses percentuais visando as pessoas que conheço e creio que meus dados sejam mais positivos para algum incentivo de melhora do que os dados liberados por "eles" lá.
Fui capaz de ler duas páginas para entender que, com ou sem álcool, tudo continua igual.
Também não era dificil perceber, dirigindo em São Paulo às 15:00 Hrs (horário que penso encontrar pessoas sóbrias), vejo cada coisa de louco, e coisas semelhantes por toda parte.
Em São Paulo a única lei de trânsito que atua e a anos está funcional é aquela velha frase:
- "Vai colocando o carro se não "cê" não entra."
Qual paulista conhece placa, pedestre ou outros motoristas?
Se você está atrasado, me fode por causa de tempo e, se não está, me fode por foder.
Motorista paulista aprende a respeitar ao que esta dentro do seu carro e, aos amarelinhos. O resto da cidade mais movimentada do Brasil deve estar viajando, luxo pensar em todos.
Amo o povo paulista, o jeito de ser.
Não nego ter temperamento explosivo como o resto de nós ou falar cantando.
Sou um dos que acha São Paulo, mesmo com toda a babilônia estabelecida aqui, o melhor lugar para morar. Mais faz tanta falta o bom senso ou companheirismo de outras cidades...
O problema dos acidentes poderia ser resolvido com um pouco mais de ordem e disciplina dos que nos dão o direito de dirigir, mais seria tão mais fácil aprender que não estamos sozinhos..

3 comentários:

Patti disse...

É, não sei se o trânsito de São Paulo melhorou ou não, eu durante a semana quase não vou pra lá... mas acho que não.

Essa lei seca foi mesmo para reduzir o número de acidentes. Infelizmente é assim, não custou apenas dizer "Se beber, não dirija" em propagandas de bebidas alcóolicas... Foi necessária a proibição para boa parte das pessoas respeitarem. Foi como no passado e sempre será assim. O cinto de segurança, por exemplo, sempre foi recomendado a usá-lo, mas ninguém respeitava, e a partir do momento que se tornou obrigatório, o povo começou a usar. Vai ser sempre assim, mesmo que esses avisos sejam para o nosso "bem", só vamos fazer quando for realmente imposto.

Ainda não tirei carta, nem sou maior ainda, haha, mas vejo que esse trânsito todo é um saco.

Patti disse...

Esse é um texto com um tema muito preocupante né Lu? Gostei do jeito que se colocou seus pensamentos, a linha de raciocinio...

"Vai colocando o carro se não "cê" não entra." achei muito bom. hahaha

Dany disse...

não reclame do trânsito paulistano, até conhecer o pelotense, as pessoas aqui são personagens do carmageddon.